sexta-feira, abril 22nd, 2011 | Author:

Como escolher sua árvore de Natal

Seja uma araucária, um pinheirinho ou uma das inúmeras espécies de tuias, a árvore que você escolher tem que ser sadia, isto é, ter raízes fortes, que garantam viço permanente e uma longa vida. Tente comprar sua árvore em chácaras ou floricultura» de confiança, para ter certeza de que a planta está em boas condições. Lembre-se que as coníferas se ressentem com a troca de ambiente, principalmente se forem replantadas da terra para o vaso, operação que pode prejudicar suas raízes. Então, ao comprar uma árvore já em vaso, certifique-se de que o plantio foi feito com todo cuidado, no mínimo três ou quatro meses antes. No caso de comprá-la com torrão, verifique se a bola de terra que envolve as raízes está inteira.
Mesmo tornando essas precauções, saiba que algumas espécies têm maiores chances de sobreviver saudáveis que outras. Por exemplo, a árvore mais tradicional (Cryptomeria japônica) e o pinheiro do Paraná (Araucária angustifolia) não resistem muito bem a replantes, pois possuem longas raízes que são cortadas, dificultando a adaptação da planta. Já árvores como Araucária excelsa, Juniperus, Pinus, Cuninghmias, Thuja áurea, Thuja europa e até cedrinhos ou pinheiros japoneses, com galhos irregulares, agüentam bem replantes, sobrevivendo por muito tempo no jardim ou em vasos.

Compartilhe no:
  • Orkut
Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in